Publicador de conteúdo web

Autor e Obra

Apesar de Friedrich Dürrenmatt (1921-1990) ser mundialmente conhecido por suas obras para o teatro " entre as quais se destacam A Visita da Velha Senhora (1955), Os Físicos (1962) e Seria Cômico se não fosse Trágico (1969) " sua produção literária não é menos impactante. Autor de diversos romances, novelas, contos e ensaios, o escritor recebeu inúmeros prêmios, inclusive o prestigiado Schiller-Gedächtnispreis, por sua contribuição para a literatura germânica. 
 
Friedrich Dürrrenmatt nasceu em janeiro de 1921 em Konolfingen, pequeno distrito do cantão de Berna, na Suíça, onde passou sua infância. Filho de um pastor protestante, em 1941 Dürrenmatt iniciou seus estudos de Filosofia na Universidade de Berna, e depois na Universidade de Zurique.
 
Sua carreira literária teve início por meio de contos, críticas, e roteiros para rádio e televisão. No teatro, após uma incursão por dois dramas, Está Escrito (1947) e O Homem Cego (1949), ele voltou sua atenção para a comédia: Rômulo, o Grande (1949), O Casamento do Senhor Mississipi (1952) e Um Anjo Chega à Babilônia (1953) estabeleceram Dürrenmatt como o principal escritor de seu país.
 
Contudo, foi somente em 1956, com A Visita da Velha Senhora, que Dürrenmatt tornou-se mundialmente conhecido. A peça, escrita em 1955, estreou no Schauspielhaus de Zurique em 1956; no ano seguinte foi montada em Paris. A adaptação de Maurice Valency, "A Visita", estreou na inauguração do Teatro Lunt-Fontanne, na Broadway, em 5 de maio de 1958, sob direção de Peter Brook e com os famosos atores americanos Alfred Lunt e Lynn Fontanne. O espetáculo recebeu diversas indicações e ganhou o "Prêmio dos Críticos Teatrais" de Nova York, na categoria de "melhor peça". "A Visita" alçou Dürrenmatt à arena internacional.
 
Dürrenmatt atingiu seu próximo sucesso com Os Físicos (1962), produzido na Broadway em 1964 novamente sob a direção de Peter Brook. A peça, que se passa num hospital psiquiátrico, trata da responsabilidade do cientista frente ao avanço da ciência; a montagem foi um grande sucesso de crítica e bilheteria.
 
Influenciado por Franz Kafka e Bertolt Brecht, Dürrenmatt chamou relevante atenção do mundo para o teatro de língua alemã, tendo sua obra traduzida em mais de cinquenta idiomas.
 
Friedrich Dürrenmatt morreu em Neuchâtel, Suíça, em 14 de dezembro de 1990.