Assessoria Imprensa (Dest. Foto/Texto)

Retornar para página inteira

Justiça decreta prisão preventiva de acusado de estupro em Búzios

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 2017-02-17 11:45:00.0

O juiz da 2ª Vara Criminal da Comarca de Búzios, Marcelo Alberto Chaves Villas, decretou a prisão preventiva de Jonathan Resende de Oliveira, pelos crimes de estupro e roubo.

Na decisão, o magistrado assinala indícios suficientes de que o réu tenha estuprado pelo menos duas vítimas no município. A dinâmica era a seguinte: Jonathan abordava uma vítima anunciando um assalto e exigindo o carro. No entanto, ele conduzia a vítima até um local ermo para cometer o estupro.

“Houve, portanto, uma progressão criminosa na qual o agente de início tencionava praticar um crime de roubo passando em seguida para a prática de um crime mais grave que se consubstancia, no delito de estupro, que é crime hediondo”, afirma o juiz, que decretou a prisão nesta quinta-feira, dia 16.

De acordo com os autos do processo, a Certidão de Antecedentes Criminais de Jonathan é extensa. Há registros dos crimes de receptação, porte ilegal de arma e munição, roubo e outro caso de estupro.

Uma audiência de instrução e julgamento foi marcada para o dia 07 de março, na Comarca de Búzios.

Processo – 0000513-30.2017.8.19.0078

GM/FB