Assessoria Imprensa (Dest. Foto/Texto)

Retornar para página inteira

Justiça do Rio determina prisão temporária de acusada de homicídio em Macaé

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 2017-11-22 11:52:00.0

O juiz Wycliffe de Melo Couto, da 1ª Vara Criminal de Macaé do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, no Norte do estado, acatou pedido do Ministério Público e decretou a prisão temporária de Islay Cristina Pereira, na terça-feira, dia 21. Ela é acusada de matar Raquel Mello Oliveira.

De acordo com o inquérito policial, no dia 17 de novembro, Islay perseguiu Raquel até seu condomínio, depois de uma discussão no trânsito, e a atacou com um estilete. A acusada se apresentou à polícia e disse ter agido em legítima defesa. O porteiro do condomínio afirmou que foi Islay quem agrediu primeiro a vítima.

Na decisão, o juiz Wycliffe destacou a gravidade dos fatos e a preservação da segurança de testemunhas durante as investigações para determinar a prisão temporária da acusada.

“Note-se que diante dos diversos fatos narrados em sede policial, atentando-se à forma de atuação narrada, é nítida a alta periculosidade da acusada e patente a necessidade da prisão para o perfeito desenrolar das investigações”, avaliou.

Processo n°: 0013759-49.2017.8.19.0028

JGP/PC