Publicador de conteúdo web

Histórico da Biblioteca do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

Linha do Tempo
1890
Biblioteca da Corte de Apelação /image/image_gallery?uuid=e688a3e5-d5f3-454c-8a66-dee9e760308d&groupId=10136&t=1354647888172 /image/image_gallery?uuid=38b5988b-3932-4bc6-9432-900f424b2700&groupId=10136&t=1352837843950 Sede da Relação da Corte na Rua do Lavradio. Atualmente o prédio abriga a Sociedade Brasileira de Belas Artes.

O primeiro registro sobre a Biblioteca do TJERJ na República constado do Decreto nº 1.030 de 14 de novembro de 1890, que trata da organização da Justiça do Distrito Federal, refere-se à mesma como Biblioteca da Corte de Apelação do Distrito Federal.

Biblioteca do Tribunal de Apelação do Distrito Federal /image/image_gallery?uuid=5ca6549b-fd7e-4a26-846b-82f594e95003&groupId=10136&t=1354647888168 /image/image_gallery?uuid=3b07e60c-2503-4c31-a4be-a804eaf68835&groupId=10136&t=1354647888156 Capa da Constituição de 1937

Na Carta Constitucional de 1937, durante o Estado Novo, foi adotada uma nova nomenclatura para o Tribunal mudando seu nome para Biblioteca do Tribunal de Apelação do Distrito Federal.

1937
1944
Início da organização de catálogos para consulta /image/image_gallery?uuid=bef3e9ea-d01e-4e2d-83a3-e856636210dc&groupId=10136&t=1352837843953 /image/image_gallery?uuid=38b5988b-3932-4bc6-9432-900f424b2700&groupId=10136&t=1352837843950 Sede da Relação da Corte na Rua do Lavradio. Atualmente o prédio abriga a Sociedade Brasileira de Belas Artes.

Já possuindo numerosas obras de valor, apenas em 1944 foi nomeada uma comissão que organizou os catálogos impressos (onomástico e por assunto), facilitando a consulta das obras existentes.

Biblioteca do Tribunal de Justiça do Distrito Federal /image/image_gallery?uuid=226ff074-6e0f-4d47-bcba-f112281acaa1&groupId=10136&t=1354647888175 /image/image_gallery?uuid=5821132f-fcd1-4b27-9bf1-9174b687287c&groupId=10136&t=1354647888189 Capa da Constituição

Com a promulgação da Constituição de 1946, foi adotada uma nova nomenclatura para os Tribunais Estaduais, que passaram a se chamar, simplesmente, Tribunais de Justiça. A Biblioteca passou, então, a denominar-se Biblioteca do Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

1946
1960
Tribunal de Justiça do Estado da Guanabara /image/image_gallery?uuid=5b469519-66d4-449e-be84-ddbc2bea9428&groupId=10136&t=1354647888178 /image/image_gallery?uuid=05327618-c826-434e-8cbe-3162eb9a0275&groupId=10136&t=1352838605466 Antigo Palácio da Justiça. Hoje sede do Museu da Justiça

A época do Estado da Guanabara, a Biblioteca funcionava no antigo prédio do Tribunal, na Rua Dom Manuel nº 29. Quando funcionava na Rua Dom Manuel nº 29, o acervo era disposto em estantes de madeira que se prolongavam até o teto, sendo necessária a utilização de 'escadas de farmácia' para alcançar os livros guardados nas prateleiras mais altas.

Mudança para o prédio da Av. Erasmo Braga /image/image_gallery?uuid=e5290f6a-4ebe-43fa-870a-b2b3a3610c7f&groupId=10136&t=1354647888182 /image/image_gallery?uuid=1186b7c3-0623-474a-b184-b2e7a750ff03&groupId=10136&t=1352838605475 Atual Palácio da Justiça

A mudança da Biblioteca para o prédio localizado à Avenida Erasmo Braga ocorreu em 1974, oferecendo aos seus usuários instalações com capacidade para armazenar até 50 mil volumes e melhores condições de consulta, leitura e estudo.

1974
1975
Biblioteca do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

Como resultado da fusão dos Estados da Guanabara e do Rio de Janeiro, os Tribunais de Justiça de ambos os Estados também se fundiram, passando a existir um único Tribunal de Justiça, sediado na cidade do Rio de Janeiro - Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Essa fusão atingiu as Bibliotecas do Poder Judiciário dos dois Estados. A Biblioteca do Rio de Janeiro incorporou, administrativamente, a Biblioteca Regional de Niterói, que pertencia ao Tribunal de Justiça do antigo Estado do Rio de Janeiro. Hoje, ambas pertencem ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Automatização das atividades técnicas

Em 1985, a Biblioteca automatizou suas atividades técnicas, possibilitando acesso imediato à informação, através do Sistema de Apoio Bibliotecário Automatizado - SABIA - trabalho pioneiro na área de documentação jurídica no Estado do Rio de Janeiro.

1985
2006
Mudança para o prédio da Lâmina III /image/image_gallery?uuid=cda06228-2533-43d6-abe6-4c1837e1ab7b&groupId=10136&t=1354647888148 /image/image_gallery?uuid=401e1ee0-fec6-4f11-8168-ffbf774d83e2&groupId=10136&t=1352838605485 Atual salão de leitura da Biblioteca do TJRJ

No dia 8 de dezembro de 2006, a Biblioteca do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro passou a ocupar o andar térreo do novo prédio, Lâmina III, onde estão localizadas as Câmaras Cíveis, à Rua Dom Manuel 37. As novas instalações oferecem melhores condições de trabalho e atendimento ao usuário.

120 anos da Biblioteca do TJERJ /image/image_gallery?uuid=d8af0a67-66de-4fbd-afe8-440b1c3d9f3a&groupId=10136&t=1354647888196 /image/image_gallery?uuid=0f62c863-57d2-4305-a7fc-6c7066c238a0&groupId=10136&t=1354647888193 Selo comemorativo dos 120 anos da Biblioteca do TJRJ

A Biblioteca do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro celebrou em 2010 seus 120 anos na República com uma exposição que contou sua história como um instrumento de compartilhamento do saber e de registro de memória.

2010
2012
Sistema SOPHIA

A Biblioteca passa a disponibilizar as informações através do sistema Sophia facilitando o acesso as informações bibliográficas.

-


Apresentação