Publicador de conteúdo web

Memória Institucional

A trajetória histórica do Museu da Justiça do Estado do Rio de Janeiro, que tem por missão resgatar, preservar, divulgar e promover acesso à memória do Judiciário fluminense, principiou com sua inauguração em 23 de agosto de 1988, no prédio histórico que abrigou o Museu Real e o Arquivo Nacional, localizado na Praça da República, nº 26.

Começou, então, uma bem-sucedida jornada de produção e difusão de conhecimento histórico. Foram realizados cursos, seminários, simpósios, exposições, pesquisas, concursos de monografias, entrevistas com personalidades do mundo jurídico, publicações e visitas mediadas por educadores em seus espaços de preservação histórica. Além disso, adotaram-se avançadas técnicas no tratamento de seu acervo documental e museológico.

Atualmente sediado no antigo Palácio da Justiça da Rua Dom Manuel, a instituição procura manter-se afinada com uma visão moderna de instituição museal, articulando, de forma equilibrada, suas três funções essenciais, que são a preservação, a pesquisa e a difusão do conhecimento, desenvolvendo uma série de atividades integradas.

São momentos marcantes dessa história, construída por magistrados e funcionários preocupados com a memória do Judiciário fluminense, que se pretende retratar neste espaço.

O Museu da Justiça funciona dentro do Antigo Palácio da Justiça, na Rua Dom Manuel,  29 - Centro.
Foto - Jean Pinto