Publicador de conteúdo web

Rocinha: Paraíso Tropical ou Inferno Astral ?

A Favela da Rocinha, considerada bairro por decreto municipal, para uns é um Paraíso Tropical, mas para muitos é um Inferno Astral. Com uma população que oscila entre 100 mil a 180 mil habitantes conforme o ponto de vista ou interesse do pesquisador é um lugar pleno de contrastes e confrontos. A imensa localidade fica entre dois bairros nobres - Gávea e São Conrado - e não têm limites definidos. Suas fronteiras são tênues. Ocupada por uma Unidade de Pacificação desde 2011, seus moradores esperam além das prometidas paz e harmonia, as promessas feitas pelos sucessivos programas de urbanização: PAC-1, PAC-2 e projetos do PAC-3.

As fotografias foram feitas desde 1987; durante o enterro da líder comunitária Maria Helena; na "guerra" entre o jogo do bicho e o narcotráfico em 1988; na criação de uma escola de samba como forma de pacificação; em sucessivas invasões policiais e durante algumas obras feitas em quase três décadas. Algumas imagens da exposição foram apresentadas em 2011 durante Seminário Internacional na França Sobre Habitações Populares "Populaire, Précaire?" na École Nationale  Superieure d'Archicteture de Paris la Villette.