Emerj promoverá encontro para debater as medidas de proteção à mulher
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 08/08/2018 19:28

O Fórum Permanente de Violência Doméstica, Familiar e de Gênero da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro reunirá em torno de 400 policiais militares, civis e guardas municipais para o evento “A Lei Maria da Penha e as Medidas de Proteção à Mulher”, no dia 15 de agosto. objetivo será debater a Lei 11.340/2006 e suas medidas de proteção à mulher.

Participarão como palestrantes a juíza Adriana Ramos de Mello, presidente do Fórum; a promotora de Justiça Andréa Rodrigues Amin; a coordenadora executiva da ONG Cidadania, Estudo, Pesquisa, Informação e Ação (CEPIA), Leila Linhares; e a diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher, Gabriela Von Beauvais.

Durante o encontro, será exibido o aplicativo ValoraSeg, lançado em maio. O aplicativo de celular apresenta um protocolo de atendimento para facilitar o acesso dos profissionais de segurança ao conteúdo atualizado da legislação vigente e à rede de atendimento às vítimas. É uma ferramenta útil aos policiais militares, civis e guardas municipais, pois traz orientações importantes para um atendimento mais qualificado.

Segundo dados divulgados pelo site G1, com base nos números oficiais dos estados, uma mulher é assassinada a cada hora, no Brasil. Em 2017, foram 4.473 mortes. Destas, 946 foram resultado de feminicídio, casos de mulheres mortas por crime de ódio pela condição de gênero.

A Emerj conta como parceiros para a realização deste encontro, a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (COEM), o Núcleo de Pesquisa em Gênero, Raça e Etnia (NUPEGRE), e a Justiça pela Paz em Casa.

O evento é gratuito e as inscrições devem ser feitas através deste link: http://www.emerj.tjrj.jus.br/paginas/eventos/eventos2018/a-lei-maria-da-penha-e-as-medidas-de-protecao-a-mulher.html.

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional da Emerj