Tão longe, tão perto
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 10/01/2019 17:22
Por videconferência, Comissão de Adoção Internacional realiza encontro entre crianças e famílias italianas

A tecnologia que aproxima: irmãos do Rio participam de videoconferência pelo celular e outros dispositivos com família da Itália

 

A ideia de que o amor ultrapassa barreiras não é somente demonstração de afeto, mas a prova de que a tecnologia encurta distâncias e cria laços. Pelo sistema de videoconferência, a Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai), do Tribunal de Justiça do Rio, realizou o primeiro encontro, deste ano, de duas famílias italianas que estão em processo de adoção de cinco irmãos do Rio, com idades que variam de dois a 13 anos. As identidades das crianças e das famílias precisam ser preservadas.

Este foi o segundo encontro virtual das crianças com os pais habilitados para adoção. Entre gargalhadas daqui e lá da Itália, além da contribuição de uma tradutora do italiano que facilita o processo de adoção e a comunicação entre todos, os primeiros contatos têm sido proveitosos.

“A tecnologia facilita muito a aproximação. Embora a gente saiba que existe uma etapa formal que é o período de convivência, que é quando a família estrangeira vem para o Brasil e fica pelo menos 30 dias com os meninos, para as crianças o contato pelo computador já simboliza um emocionante encontro”, explica a desembargadora Ana Maria Pereira de Oliveira, que coordena a Cejai.

Negligenciados pelos pais biológicos, os irmãos estão em um abrigo no Rio. O perfil deles – cinco da mesma família - é difícil de ser contemplado para adoção no Brasil. Busca-se, então, pais habilitados de outros países para adotar. Para que duas famílias italianas fiquem com as crianças, é necessário cumprir uma série de regras, desde o compromisso formal de que os vínculos entre os irmãos serão mantidos e relatórios semestrais sobre a convivência familiar e a adaptabilidade das crianças em terras estrangeiras. As famílias moram na mesma região na Itália. No próximo dia 21, haverá o encontro presencial entre italianos e brasileirinhos. Será o momento de ficar frente a frente e, quem sabe, surgirem duas novas famílias.

FB/MG

Fotos: Brunno Dantas/TJRJ