Parceria do TJRJ com a Suipa promove adoção de animais no Rio
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 12/04/2019 19:51

Um amor incondicional. Este é o sentimento mais presente quando se convive com um animal e que levou Jéssica de Souza Paulino, de 20 anos, a querer levar para casa a cadelinha Juju, de três meses, escolhida em ação de doação da Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa), realizada nesta sexta-feira (12/04) em frente ao Fórum Central, no Centro do Rio.

- A gente não escolhe o cachorro, ele que escolhe a gente. O animal é muito carinhoso, um amigão mesmo, para sempre - disse ela, que correu para buscar no trabalho os documentos necessários para oficializar a adoção da cadela (identidade, CPF e comprovante de residência).

Primeira a adotar um animalzinho durante o evento, a funcionária do TJRJ Raquel Rocha, de 32 anos, vinha amadurecendo a ideia de ter um outro gatinho para fazer companha à sua gata de sete anos. Ela não resistiu aos encantos de Vítor, bichano de pelo dourado e dois meses de idade.

- Foi amor à primeira vista. Olhei para ele e percebi que poderia ser sua tutora e dar uma vida melhor para ele – comentou.

Raquel contou que teve seu primeiro bichinho aos nove anos de idade, uma gatinha que passou a ser, então, sua melhor amiga.

- Nos momentos ruins, ela estava lá comigo. É muito bom porque a criança aprende a cuidar, a ter responsabilidade. Mesmo que eu tivesse minha mãe cuidando do animal, eu me sentia responsável também, além de todo o carinho. É um amigo de quatro patas – resumiu.

O representante da Suipa Alexandre Oliveira ressaltou, no entanto, que é preciso ter muita responsabilidade na hora da adoção.

- Nossa orientação é fazer uma adoção consciente e responsável. Quando você vier adotar um animal na Suipa, você tem que ter a consciência de que não pode repassar este animal para terceiros, ele é responsabilidade sua. Uma equipe vai ligar, depois, para saber como o animal se encontra.

 

 

 

De acordo com ele, cerca de 15 a 20 cachorros são abandonados por dia na Suipa, número bem inferior ao de adoções diárias, em torno de duas. Muitos animais chegam à Suipa em condições críticas de saúde, precisando de remédios e tratamento veterinário. A instituição também tem um custo alto devido ao grande consumo de ração. Por isso, toda ajuda é bem-vinda.

Entre os itens de maior necessidade, estão jornais, papelões, ração e medicação. Os itens podem ser entregues na própria Suipa (Av. Dom Helder Câmara, 1801, Benfica) ou durante os eventos de adoção. Uma outra forma de ajudar é tornando-se um associado com doações mensais de R$ 30. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3297-8777 ou pelas redes sociais da instituição.

Na ação de doação desta sexta-feira, foram colocados para adoção cinco gatos, sendo três filhotes e dois adultos, além de cinco cachorros, sendo dois filhotes. Ganharam um novo lar as cadelinhas irmãs Juju e Sylvia, de três meses, que foram abandonadas em uma caixinha, o cachorrinho Beethoven, de um ano e meio, além dos gatinhos Vítor, de dois meses, e Lee de três anos.

O próximo será realizado amanhã (13/4) na Praça Luís de Camões, na Glória, das 9h às 15h, uma ótima oportunidade também para quem quer adotar, mas não conseguiu comparecer ao posto instalado no TJRJ.

SP/FS

Fotos: Brunno Dantas/TJRJ