TJRJ lança Programa de Formação Integral de Gestores
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 07/06/2019 15:36

                                                                        O público que participou da palestra foi formado por gestores do TJRJ

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) lançou nesta sexta-feira (7/6), no Auditório Antonio Carlos Amorim, o Programa de Formação Integral de Gestores. A palestra de abertura sobre “Planejamento e Gestão de Mudanças” foi dada pelo analista administrativo do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Pablo Fernando Pessoa de Freitas. Participaram do evento o desembargador Fernando Foch, membro do Conselho Consultivo da Escola de Administração Judiciária (Esaj); o juiz auxiliar da Presidência Marcello Rubioli e o diretor-geral de Gestão de Pessoas Gabriel Albuquerque Pinto.

Pablo de Freitas falou sobre a importância da formação continuada de gestores no setor público e contou que o STJ tem um programa de desenvolvimento gerencial desde 1989.

- É fundamental que os gestores sejam continuamente capacitados. É diferente de andar de bicicleta que a gente aprende uma vez e sabe sempre. Competência gerencial é algo que a gente precisa estar, constantemente, lembrando, reforçando o conhecimento, aprendendo uma técnica nova - avaliou.

Ao abordar o “Planejamento e Gestão de Mudanças”, o palestrante ressaltou que “a regra de ouro é envolver todas as pessoas no processo de mudança, do início ao fim, tratar elas como co-gestores”. Depois de fazer uma introdução ao tema, ele apresentou dicas e boas práticas a serem empregadas antes, durante e depois da mudança como, por exemplo, concentrar-se no essencial e estabelecer metas de curto prazo.

O Programa de Formação Integral de Gestores do TJRJ busca capacitar gerencialmente os gestores em competências como Gestão de Pessoas, Comunicação Corporativa, Negociação e Administração de Conflitos, Gestão de Projetos, entre outras, e terá duração de 18 meses.

- Os cursos vão ser oferecidos a vocês na programação normal na página da Esaj, mas eles serão identificados - explicou a diretora da Esaj Angela Cardoso Pingitore.

Para o diretor-geral de Gestão de Pessoas Gabriel Albuquerque Pinto, o programa pretende desenvolver habilidades técnicas, humanas e conceituais que são necessárias ao exercício da atividade gerencial.

- Eu tenho certeza de que todos nós aqui conhecemos o nosso trabalho, as nossas equipes e os nossos projetos. Mas será que podemos fazer melhor? Será que conseguiremos trazer mais eficiência ao nosso trabalho? Essa provocação é proposital porque eu acredito que esse programa tem como objetivo trazer uma inquietude a cada um de nós porque eu acho que é preciso quebrar alguns paradigmas que muitas vezes pautam a nossa atividade no dia-a-dia, mas resultam numa operação burocrática que, por vezes, precisa ser melhorada.

Ao encerrar o encontro, o juiz auxiliar da Presidência Luiz Eduardo Cavalcanti Canabarro, em nome do presidente, desembargador Claudio de Mello Tavares, agradeceu a presença e parabenizou os servidores pela dedicação ao Tribunal de Justiça.

MB/FB/FS

Fotos: Luiz Henrique Vincent/TJRJ