Programação exclusiva leva mais de cem crianças à exposição de arte no CCMJ
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 15/07/2019 18:09

 

Sorrisos, olhares de espanto, e asas à imaginação. Por uma semana, entre os dias 8 e 12 de julho, o Museu da Justiça - Centro Cultural do Poder Judiciário (CCMJ) recebeu um público pra lá de especial. Se a estatura era pequena, a curiosidade diante das obras da exposição “Absurdos Insustentáveis – A Arte como agente transformador na preservação do Meio Ambiente” era inversamente proporcional: enorme!

E até mesmo quem ainda não chegou ao beabá encontrou no tato e na visão o caminho para desvendar os segredos de um palácio onde eles, os 120 alunos da Escola NAU – Núcleo de Artes da Urca - com idades entre 2 e 6 anos, eram convidados de honra.

 

Divididos em grupos e sempre acompanhados por professores e assistentes da escola, os pequenos foram recebidos pelos educadores do CCMJ e pela curadora da exposição Isabela Francisco no Antigo Palácio da Justiça do Rio de Janeiro. Uma programação específica foi montada para receber a turminha.

Através da música, contação de histórias, confecção de instrumentos musicais com materiais sustentáveis e mediação exclusiva, as crianças puderam interagir com as obras de arte e saber da importância do meio ambiente.

 

FS

Fotos: Brunno Dantas e Felipe Cavalcanti / TJRJ