Prazo para inscrição do 8º Prêmio Patrícia Acioli termina dia 12 de agosto
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 05/08/2019 20:54

 

Os interessados em participar do 8º Prêmio Amaerj Patrícia Acioli, promovido pela Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro, têm até o próximo dia 12 para se inscrever. A cerimônia oficial de lançamento da premiação aconteceu nesta segunda-feira (05/08). A distinção foi criada pela Amaerj no ano de 2012 em homenagem à memória da juíza Patrícia Acioli, morta em 2011 por policiais militares.

Nesse ano, o prêmio apresenta o tema “Direitos Humanos e Cidadania”, que deverá ser abordado pelos concorrentes através de quatro categorias: Práticas Humanísticas, Trabalhos Acadêmicos, Reportagens Jornalísticas e Trabalhos dos Magistrados.

A juíza Renata Gil, presidente da Amaerj, abriu a solenidade propondo a discussão do papel da mulher na sociedade como linha de abordagem para o tema escolhido para a 8ª edição do prêmio.

- O prêmio aborda o tema “Direitos Humanos e Cidadania” e escolhemos a vertente da voz feminina na sociedade. Observamos que esse é um desejo da sociedade: o de que seja debatido o espaço da mulher no mundo contemporâneo, a ascensão no mercado de trabalho, a diferença de remuneração entre homens e mulheres. Essas são questões que têm que continuar sendo discutidas - afirmou.

A presidente da Amaerj também fez questão destacar a memória de Patrícia Acioli.

- A premiação assume esse papel de luta, principalmente para lembrar a nossa Patrícia Acioli, que deu sua vida pela magistratura. Ao usar sua memória estamos permitindo os avanços necessários na pauta dos direitos humanos para a sociedade.

A mesa de honra da solenidade foi composta, ainda, pela desembargadora Regina Lúcia Passos, 2ª vice-presidente do Instituto dos Magistrados do Brasil; juíza Marcia Succi, diretora de Direitos Humanos da Amaerj; defensor púbico Marcelo Leão, 1º sub-defensor público-geral do Estado do Rio de Janeiro. Também participaram da cerimônia os filhos da juíza Patrícia Acioli, Maria Eduarda, Ana Clara e Mike, além de juízes e amigos da magistrada.

Premiação

Criada em 2012, a premiação celebra a memória da juíza Patrícia Acioli. Titular da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, a magistrada foi assassinada em 2011, em Niterói, por policiais militares.

A cerimônia de premiação acontece no 21 de outubro, às 18h, no Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça do Rio. Veja abaixo às categorias e seus respectivos prêmios.

 

I- Categoria Práticas Humanísticas: 1º Lugar – R$ 15.000,00; 2º Lugar – R$ 10.000,00; 3º Lugar – R$ 5.000,00; duas menções honrosas.

II- Categoria Trabalhos Acadêmicos: 1º Lugar – R$ 15.000,00; 2º Lugar – R$ 10.000,00; 3º Lugar – R$ 5.000,00; duas menções honrosas.

III- Categoria Reportagens Jornalísticas: 1º Lugar – R$ 15.000,00; 2º Lugar – R$ 10.000,00; 3º Lugar – R$ 5.000,00; duas menções honrosas.

IV - Categoria Trabalhos dos Magistrados: 1º Lugar – Troféu Amaerj Patrícia Acioli de Direitos Humanos; 2º Lugar – Menção Honrosa; 3º Lugar – Menção Honrosa.

JM/FS

Fotos: Felipe Cavalcanti/TJRJ