Ônibus do Projeto Violeta participa do “Dia do Enfrentamento à Violência contra a Mulher” na Comarca de Três Rios
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 13/11/2019 21:43

O ônibus do Projeto Violeta estacionou, nesta quarta-feira (13/11), na Praça Joaquim José Ferreira, no Centro de Comendador Levy Gasparian, município do sul fluminense que integra a Comarca de Três Rios. O objetivo do Juizado Móvel de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher foi promover debates e reflexões sobre as diversas formas de opressão, discriminação e violação de direito das mulheres, orientando vítimas sobre a Lei Maria da Penha e do Programa Flor de Lótus.

A ação social conhecida por “Dia do Enfrentamento à Violência Contra a Mulher” aconteceu no mês de novembro, marco do Combate à Violência. O evento foi promovido pela prefeitura e contou com os integrantes do Programa Guardiões da Vida do 38° Batalhão da Polícia Militar. Voluntários ofereceram serviços gratuitos à população, como atendimento médico, de beleza, entretenimento e assistência social.

De acordo com a juíza Elen de Freitas, titular do Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Três Rios, o índice de reincidência no município caiu para 3,75%, enquanto no Brasil a taxa é de 40%. A meta é fazer com que a reincidência caia a zero.

- Nós temos um alto índice de violência doméstica em Três Rios e os casos de reincidência eram muitos. As medidas protetivas eram descumpridas com muita frequência. O programa fechou parceria com a prefeitura, o Ministério Público e entidades que trabalham com programas de prevenção ao álcool e drogas, e instituições de ensino. Os policiais começaram a acompanhar os casos de medida protetiva, o que contribuiu para a redução drástica dos casos de reincidência, trazendo efetiva segurança para as vítimas explicou a juíza.

O papel da equipe de Guardiões da Vida com a proposta de Polícia de Proximidade, com orientações, prevenção e solução, foi fundamental, como explica a magistrada, no enfrentamento dos casos de violência doméstica.

- Comecei a trabalhar com a equipe de Guardiões da Vida no segundo semestre de 2015, ano que foi implementado o projeto. Com o trabalho deles, a proteção que a Lei Maria da Penha visa garantir às mulheres vítimas de violência doméstica passou a ser efetiva e integral, sendo que desde então não registramos mais nenhum caso de feminicídio íntimo, tendo a última tentativa ocorrido em 2017.

A juíza considera Os Guardiões da Vida como os “anjos da guarda” do Juizado de Violência Doméstica. E informa que a parceria vem rendendo frutos positivos para a sociedade e proporcionando a criação de novas iniciativas, como o Programa Flor de Lótus, que visa resgatar e dar dignidade a todas as mulheres.

Estiveram presentes no evento o prefeito de Três Rios, Valter Lavinas, a psicóloga Márcia Miranda Cunha, representantes do Guardiões da Vida e voluntários.

SV/FS

Fotos: Divulgação