Ouvidoria do TJRJ ganha novo espaço para atendimento à população e sistema informatizado
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 16/06/2021 19:16

A Ouvidoria Geral do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro ganhou novas instalações. Mais amplas e planejadas para as necessidades do órgão, as acomodações são adequadas tanto para os funcionários que recebem e dão andamento às manifestações da sociedade, quanto para os cidadãos – com sala para atendimento presencial. Além disso, a Justiça fluminense também investiu em um novo sistema informatizado para a Ouvidoria, facilitando seu manuseio e permitindo, assim, maior agilidade no controle das informações. Nesta quarta-feira (16/6), o presidente do TJRJ, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, visitou o novo espaço, acompanhado da ouvidora-geral, a juíza Juliana Kalichztein.   

Para o presidente do TJRJ, a Ouvidoria é a porta de entrada do Judiciário, por onde chegam informações sobre o funcionamento da Justiça do Estado do Rio de Janeiro. “Essa mudança colocou a Ouvidoria em um patamar em que ela merece e deve estar para poder prestar um serviço de qualidade”, destacou.    

A ouvidora-geral acredita que, com as novas instalações, a Administração do Tribunal de Justiça passa a valorizar não só os serviços prestados por todos os 21 funcionários da Ouvidoria, como também o cidadão que procura o órgão, seja para reclamar, elogiar ou para outra manifestação. “A atividade da Ouvidoria é importantíssima, é um dos principais veículos de comunicação que o tribunal tem e, por isso, a Administração atual está valorizando cada vez mais esse trabalho que a equipe vem fazendo”, afirmou.     

Em maio, a Ouvidoria recebeu 1.958 manifestações, tendo respondido 1.500 delas. A maior parte dos usuários utilizou o formulário eletrônico para contato (1.361), seguido de teleatendimento (373), e-mail (185), atendimento pessoal (38) e correspondência (1). Em 2020, o órgão recebeu 29.505 manifestações.   

IA/SP 

Galeria de Imagens