Nunca Me Calarei

 

Apresentação CCMJ

O Museu da Justiça-Centro Cultural do Poder Judiciário recebeu a exposição “Nunca me Calarei” pela primeira vez, em agosto de 2019, como atividade do CCMJ de conscientização e educação para a 14ª Semana da Justiça pela Paz em Casa.

A partir daí, a exposição continuou contribuindo para sensibilização no enfrentamento da violência familiar e doméstica contra a mulher, participando das atividades da 15º e 16º Semanas da Justiça pela Paz em Casa, recebendo 1.578 pessoas desde agosto de 2019, nos Antigos Palácios da Justiça do Rio de Janeiro e de Niterói, este último, local atual de montagem, com exibição interrompida a partir de março de 2020.

Com as restrições necessárias em virtude do distanciamento social, em que muitas mulheres passaram a ter menos contato com familiares e amigos, entendemos que era importante manter a exposição acessível ao público, virtualmente, no portal CCMJ com Você.

Sobre a exposição

“Nunca me calarei” é uma mostra fotográfica de rostos de mulheres brasileiras que sofreram alguma forma de assédio, tentativa ou abuso sexual. As fotos expõem nos olhares de cada uma das vítimas, dor, medo, mágoa e raiva, dando voz a quem durante muito tempo se manteve calada, devido a bloqueios sociais ou emocionais. O projeto, que nasceu da vontade de captar, além da dor física, as marcas deixadas na alma de cada vítima desse tipo de violência, pretende mostrar como a arte pode ajudar as pessoas a superar seus traumas, promover o debate sobre a importância de vítimas de abuso reportarem a violência que sofreram, reeducar homens para que não se tornem abusadores e educar a próxima geração a ser menos violenta.

O número de fotos do projeto original, de 130 fotos, não foi escolhido aleatoriamente, pelo contrário, representava a estatística, à época, oficial de abusos sexuais cometidos contra mulheres diariamente no Brasil. A exposição já esteve no MASP, em São Paulo; na Praia de Copacabana, no Rio; na Câmara Legislativa do DF, em diversos fóruns do TJDFT, dentre outros espaços, incluindo os Antigos Palácios da Justiça do Rio de Janeiro e Niterói.

 

 

Nunca Me Calarei no CCMJ

No Antigo Palácio da Justiça do Rio de Janeiro, a exposição ficou montada no Salão dos Passos Perdidos, localizado no segundo andar. No APJ-Niterói os painéis ficaram expostos no hall de entrada

   

Clique aqui para acessar as pessoas que fizeram parte da Exposição

 

Serviço
CCMJ | Expo
“Nunca me calarei”
A partir de 16 de agosto de 2020
Realização: Museu da Justiça - Centro Cultural do Poder Judiciário - CCMJ