Boas Práticas são atividades praticadas pelas unidades que devem, necessariamente, gerar resultados e alto impacto.

Elas devem ser replicáveis, consistentes, adaptáveis e com a facilidade de utilizar novos recursos e metodologias, melhorando o processo de trabalho e o alcance do valor público.

Estas práticas podem ser derivadas do conhecimento, habilidades e ação dos servidores e devem ser reconhecidas pela organização sob o prisma da eficiência, celeridade, qualidade, inovação e praticidade.

Boas Práticas trazem satisfação ao usuário final e melhoria da percepção do cidadão acerca da instituição.

O Banco de Boas Práticas é um ambiente disponível no portal do PJERJ destinado a reunir as melhores práticas das unidades judiciais e administrativas da 1ª e 2ª Instâncias.

Além disso, visa proporcionar a troca de experiências e conhecimento sobre excelência em gestão entre as unidades da 1ª e 2ª Instâncias, bem como entre os demais Tribunais e a comunidade em geral.

 

Como participar enviando uma iniciativa?

As unidades podem comunicar ao laboratório IdeaRio, suas ações, ideias e projetos que contribuam para a melhoria dos serviços prestados.

 

e-mail: deind.dides@tjrj.jus.br

Telefone: 3133-7136

"Ideia boa é ideia compartilhada"