Feminicídio: réu é condenado em Cabo Frio por tentar matar ex-companheira
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 23/08/2018 17:42

A cidade de Cabo Frio, na Região dos Lagos, foi palco de um julgamento por um crime de tentativa de feminicídio, cometido em 2016. O réu, que já está preso, foi condenado a quatro anos. O acusado cometeu o crime em frente à filha mais velha do casal, então com 15 anos, por não aceitar a separação. O Conselho de Sentença decidiu pela condenação no primeiro dia da Semana da Justiça pela Paz em Casa, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em parceria com Tribunais de Justiça de todo o país.

O juiz Danilo Marques Borges presidiu o júri, e advertiu a vítima sobre a importância de seu relato. “Toda essa estrutura que está aqui foi criada para fazer Justiça não apenas em relação ao seu caso, mas de todas as mulheres que passam ou sofrem cotidianamente por violências desse tipo”, afirmou.

Segundo o magistrado, muitas vítimas vulneráveis sócio e economicamente emudecem diante de seus agressores, por medo de não se sentirem capazes de viverem sem a sua ajuda. “No início, a vítima estava reticente e amenizou os depoimentos que deu na delegacia e na primeira fase do procedimento do júri. Mas depois que expliquei o quanto aquilo era importante para a defesa das mulheres, não apenas simbolicamente, mas de maneira concreta, ela contou o que realmente tinha acontecido. E foi um relato marcante”, disse o juiz, que também auxilia a comarca de Cabo Frio durante os mutirões da Semana Justiça pela Paz em Casa.

Nesta terça-feira, dia 21, a Justiça brasileira chegou à marca de mil julgamentos por feminicídio ou tentativa de homicídio contra a mulher, segundo dados divulgados pelo CNJ. Mais de 1 milhão de processos relativos à violência doméstica tramitam no Judiciário, atualmente. A última edição da campanha ocorreu em março deste ano. Nas 10 edições do mutirão, foram mais de 147 mil audiências realizadas e 127 mil sentenças concedidas 65 mil medidas protetivas em todo o país.

CHV/FB