Rede de enfrentamento avalia resultados das ações de proteção à mulher
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 07/11/2018 16:13

A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Coem), do Tribunal de Justiça do Rio reuniu, nesta terça-feira, dia 6, a rede de enfrentamento à violência contra a mulher e fez uma avaliação positiva das ações realizadas neste ano. A reunião foi coordenada pela titular do I Juizado de Violência contra a Mulher, juíza Adriana Ramos de Mello, que ressaltou a importância do diálogo entre os serviços que atendem as mulheres.

Entre os assuntos discutidos, a Lei nº 8008/2018 cria o programa de atenção às vítimas de estupro, com o objetivo de dar apoio e identificar provas periciais, além da inclusão de mais políticas para mulheres no próximo governo, e da avaliação de serviços já instituídos da rede, como a Sala Lilás e a Ouvidoria da Mulher. Nestes casos, a COEM avaliou que houve avanços pelo diálogo e troca de informações entre os integrantes das redes.

A rede é formada pelo Poder Judiciário com outros órgãos governamentais e não governamentais e articula programas de combate à violência doméstica em todo o Estado. A próxima reunião está prevista para fevereiro.

Semana Justiça pela Paz em Casa

Entre os dias 26 e 30 de novembro, o TJRJ participa da 12ª Semana Justiça pela Paz em Casa, que visa o combate à violência doméstica e familiar contra a mulher, concentrando esforços para agilizar o andamento dos processos relacionados à violência de gênero.