Kadu Moliterno tem recurso rejeitado na ação por danos morais contra Luana Piovani
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 13/11/2019 21:50

Os desembargadores da 27ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio rejeitaram, por unanimidade, nesta quarta-feira (13/11), o recurso do ator Kadu Moliterno na ação movida contra a atriz Luana Piovani e mantiveram a decisão da 7ª Vara Cível do Fórum da Barra da Tijuca, negando o pedido de indenização de R$ 50 mil por danos morais.

Em 2017, em uma postagem no seu canal do Youtube “Luana sem freio”, a atriz citou o nome do ator, lembrando o fato dele não ter sido condenado após ter agredido a então esposa. Na postagem Luana criticou ainda o fato de Kadu continuar a participar normalmente de novelas e posar com as novas namoradas em revistas de celebridades.

O recurso começou a ser julgado no dia 28 de agosto, quando a relatora, desembargadora Tereza Bittencourt, votou pela rejeição do recurso, sendo acompanhada pela desembargadora Maria Luiza Carvalho. A votação foi suspensa depois que o juiz designado desembargador João Batista Damasceno solicitou mais tempo para analisar o processo.

Nesta quarta-feira, Damasceno acompanhou o voto da relatora, negando o recurso, considerando que, embora tenha havido excesso verbal da atriz, não se configurou lesão ao ator, entendendo que o tal excesso se compreende na liberdade de manifestação do pensamento.

Processo nº. 0010949-43.2017.8.19.0209